Sarron.com - Teatro & Companhia

As pessoas vão ao Teatro porque sabem que nessa noite o homem pode cair do trapézio (Orson Welles)

6.22.2006

A cobiça é um dos mais vis pecados humanos


Há muito que defendo que todos os grupos devem ser unidos. Num mundo em que poucos apoiam e em que há dificuldades de vária ordem por parte das entidades competentes, ficamos, na maioria das vezes, entregues ao nosso próprio destino. E todos sabemos que São Vicente é a ilha mais cruxificada. Felizmente por vezes surgem algumas empresas que resolvem dar seu apoio, na medida que possam ou que sua sensibilidade permita.

Mas voltemos ao factor união. Ora vejamos: Sarron.com – Teatro e Companhia é um grupo novo, mas com elementos que já contam com alguma experiência na arte de fazer teatro. Um dos nossos objectivos, para além de apresentar ao público um trabalho com qualidade, foi sempre manter uma boa relação com outros grupos de teatro locais, nacionais e quiçá além fronteiras. Isso começou a traduzir-se com a peça de Alexandre Fonseca Soares (Tey) “Upgrade (Bô) Democracia”, em que elementos de outros grupos ajudaram-nos a levar a cabo uma divertida acção de boca de urna e um valente apoio aos partidos candidatos (lembram-se da peça?). No entanto há um descrédito no trabalho do Tey, com pessoas a afirmarem, de forma convicta, que este não pode ser o autor da peça, que houve um dedo de João Branco ou ainda (essa veio de alguém que menos esperava) que a peça é de autoria do sobejamente conhecido actor e Jornalista da RCV Fonseca Soares (Pai do Tey, mais conhecido por Tchá). Dá vontade de rir, mesmo que essa seja algo bastante triste para comentar. De qualquer forma, o Tey é filho do Tchá e foi aluno do João Branco. Mas somente os amigos reconhecem que está aí o Tey de sempre, brincalhão, inteligente e com uma forma própria de encarar a vida.

Agora, se calhar, haverá outras dezenas de comentários infelizes sobre a peça “Um Vez Soncente Era Sábe” que está em fase de produção. Para começar, é a peça mais democrática da era moderna do teatro nacional. Todos os cinco grupos mindelenses em activiade estão aí representados, a saber Sarron.com, Grupo de Teatro do Centro Cultural Português/ICA, Atelier Teatrakácia, Companhia de Teatro Solaris e Grupo de Teatro Dionisius, não esquecendo dois alunos do XI Curso de Iniciação Teatral do CCP/ICA. Além do mais, os preparativos da peça começaram com um workshop de canto com a conceituada Professora Margarida Brito, dando uma grande oportunidade aos grupos de terem pessoas com conhecimentos importantes no campo musical. Haverá mais uma reciclagem com dois workshops nas áreas da expressão corporal e da interpretação. Tudo isso no âmbito de uma criação minha mas pensando na união de grupos para um trabalho mais profissional e de boa qualidade. Todos os envolvidos (entende-se actores, encenador, músicos, coreógrafos, etc.) estão empolgados com o projecto porque acreditam no seu sucesso e trabalham seriamente, pondo em causa inclusive parte de sua vida pessoal. Mais ainda, vários agentes teatrais e mecenas acreditam no projecto porque sabem que é um trabalho feito por gente séria e que não mede esforços para o levar a cabo. Pessoas que se concentram apenas no seu trabalho, dando oportunidades a outras pessoas e não interferindo no trabalho de outrém.

Porém, Sarron.com – Teatro e Cia. pretende apenas trabalhar para dignificar cada vez mais a cultura desta ilha e deste país. Aconteça o que acontecer não deixaremos de apoiar no que esteja ao nosso alcance, porém lutando contra qualquer acção que ponha em causa a integridade e o nome do nosso grupo. Um dos exexmplos é este blog que nesse momento está a ser visitado por si. Um sarron de cultura.

Upgrade (Bô) Democracia foi sucesso garantido em cinco espectáculos, Um Vez Soncente Era Sábe sê-lo-á em muitos mais e haverá mais e mais trabalhos nossos. Quem quiser trabalhar connosco, que se manifeste, e quem quiser nos atrapalhar também, uma vez que a vida deve ser encarada apenas com a verdade.

Próximo passo? Upgrade (Bô) Democracia vai ao Festival da Juventude e está muito feliz. Tal como se sente ao saber que o GTCCPM/ICA esteve no FITEI em Portugal e que agora vai às Canárias, que o TIM actuou em S. Nicolau, e que a C.T. Solaris apresentou a sua melhor peça de sempre – Psycho (força Valódia!), que Juventude em Marcha vai mais uma vez à Europa, que Raíz Di Polon está cada vez mais famoso. Enfim, trabalhemos e deixemo-nos de bla-blás porque cobiçar é feio, pesa o espírito e atrasa ou mesmo bloqueia o trabalho de qualquer um.

Saúde a todos e muita merda!

Neu Lopes

3 Comentários:

  • Às sexta-feira, junho 23, 2006 11:58:00 da manhã , Anonymous João Branco disse...

    Um magnífico comentário, que infelizmente vem tarde. A riola foi lançada, as meias verdades são atiradas ao ar, e há sempre que as segure e as transforme em algo de irrefutável. Há pessoas boas e más em todo o lado. Também no teatro as há, nem podia ser de outra forma. Mas aqueles que querem dividir para reinar começam a mostrar as suas garras em S. Vicente. Literalmente, cuspindo no prato que lhes deu comida. Não faz mal. Eu, pessoalmente, continuarei a fazer o que sempre fiz: apoiar quem quer fazer teatro. Quem pretende continuar a fazer da vida uma trágica riola, que não conte comigo. Força Sarron!

     
  • Às domingo, junho 25, 2006 3:14:00 da manhã , Blogger Paulo disse...

    "Duro é o destino daquele sobre quem os olhos do público estão sempre fixos a fim de prodigalizar-lhe o elogio ou a censura; seu nome não terá repouso, porque o martírio da glória agrada aos insensatos. O inimigo secreto, aqueles cujos olhos sempre abertos vigiam, acusadores, juiz e espião, o opositor, o insensato, o ciumento, o vão, os invejosos que se comprazem com as dores alheias, eis as feras que perseguem o gênio até à sepultura, que notam as suas faltas, e que, acumulando mentira sobre mentira, levantam, pouco a pouco , a pirâmide da calúnia. Aí está a morte reservada ao talento" (Byron)

     
  • Às domingo, julho 02, 2006 6:51:00 da tarde , Anonymous Antone disse...

    "Quem sabe faz; que não sabe ensina ... quem nem isso sabe critica" Zapa ...

    "Criole ta gosta de reola"... e já agora cv tem um grande mal: a inveja! O cabo-verdiano não é tão boa pessoa como gosta de apregoar, mas enfim...

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial