Sarron.com - Teatro & Companhia

As pessoas vão ao Teatro porque sabem que nessa noite o homem pode cair do trapézio (Orson Welles)

9.21.2006

Auto-crítica

Foi um sucesso incontestável, mas sabemos que houve alguns problemas técnicos, bem visíveis aos olhos dos mais atentos. Os erros que mais saltaram à viasta desarmada foram os de som. Mas também houve falhas na iluminação. Porém todas essas falhas não se tratam de erros dos técnicos, aliás esses fizeram de tudo para que o espectáculo fosse um sucesso. Tudo foi produto de um stress gerado ao longo de uma peça que, indiscutivelmente pedia mais trabalho e um pouco mais de empenho por parte dos que nela participaram. Além disso, gerou-se sobre ela, uma das maiores expectativas dentro do MINDELACT2006.

“Um Vez Soncente Era Sábe” é uma peça que, maugrado todas as dificuldades técnicas, finaceiras e humanas, respondeu condignamente às expectativas nela depositadas. Mas, embora nada seja perfeito, o encenador e toda a equipa que fizeram parte da estreia desta grande aventura estão convencidos que são capazes de fazer muito mais, e de fazerem sonhar o público mindelense, e não só, com essa proposta ímpar. Aliás é muito vasto o público que está anciosamente à espera da sua repetição.

E é bom levarmos em conta que é uma peça que está entre os mais aplaudidos e os mais solicitados do festival internacional de teatro do Mindelo.

Esse trabalho de melhoria irá passar pela direcção de actores, música, dança, expressão corporal, cenografia e iluminação, pelo que será, com certeza, um espectáculo a não esquecer na história do teatro em S. Vicente.

E, a partir de já, MÃOS À OBRA!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial